Follow by Email

domingo, 1 de maio de 2011

II- Escolha uma boa agência

Hoje em dia é possível resolver tudo pela Internet, desde a compra de passagens, as reservas em hotéis, a contratação de transfers etc. Isso é ótimo, mas, no caso das mulheres que estão viajando sozinhas, é bom delegar essas tarefas para uma agência de turismo confiável, pois, qualquer problema ou imprevisto que surgir, você terá a quem recorrer (e reclamar). Eles também vão sugerir hospedagens cujas referências já foram dadas por outros clientes. Em alguns países no exterior, é bem provável que consigam localizar hotéis nos quais se fala português (em Paris, existem pelo menos uns dois). E fique atenta para que esses hotéis estejam sempre localizados próximos aos centros históricos. Nada de se hospedar em bom hotel, mas na periferia, fora de mão.
Um expediente que custa caro, mas que nos dá muita tranquilidade, é contratar, por meio da agência que está lhe atendendo, os serviços de traslado para os hotéis e para os aeroportos (transfers), sobretudo quando você não domina muito bem a língua local para se fazer entender pelos motoristas de táxis. É muito bom chegar a um lugar e ter alguém nos esperando, ou alguém para carregar nossas malas e nos e levar ao aeroporto, na hora certa. Algumas agências costumam, também, fazer contato com brasileiros que moram fora (sobretudo nos Estados Unidos) e que ganham a vida acompanhando os turistas aos passeios ou às compras.
Finalmente, faça um VTM (Visa Travel Money), um cartão pré pago para compras, restaurantes ou saques, que hoje substitui, com mais segurança, os antigos travel checks. Além de ser bem prático, uma das vantagens é que sobre os gastos com compras, ao contrário dos cartões de crédito convencionais, não incide nenhuma taxa.

E:mail  gnogueirabh@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário