Follow by Email

domingo, 1 de maio de 2011

III- arrumando as malas

Tudo decidido, para as mulheres começa a pior parte: arrumar as malas. Escolher o que levar e o que não levar: quantos cintos, quantos sapatos, quantas bolsas. Roupas de verão, outono e inverno (calor, meia estação e frio) e até chapéu. Nessa hora, é bom lembrar que não haverá ninguém para ajudá-la a carregar a bagagem. Então, é necessário um dificílimo planejamento para evitar os excessos.
A sugestão é que viaje com uma mala pequena, uma mochila de lona, além de uma bolsa a tiracolo, de uma cor que combine com a maioria das roupas que serão levadas. Coloque na mochila os sapatos, uma outra bolsa esportiva alternativa à que irá usar durante a viagem (de preferência de pano ou lona, pois ão mais leves), e uma bolsa pequena para noite. Se pretende levar botas, use-as durante o vôo para que não ocupem espaço na mochila.

Pretinho básico
O próximo passo, então, é selecionar as roupas que combinem com os sapatos e bolsas escolhidos. Anote, exatamente, todas as diferentes composições possíveis, de forma que a roupa usada durante a noite possa ser usada também na manhã do dia seguinte, com a substituição de alguma peça, acessório ou bijuteria. Essa forma de organizar as roupas, dia por dia, é ótima, pois a gente já acorda programada, sabendo exatamente o que irá vestir. Algumas peças funcionam, realmente, como um coringa: servem para qualquer situação.
Echarpes e chales são leves, ocupam pouco espaço, e permitem variar bem o visual. Da mesma forma os fuseaus (fusôs), além das blusas “segunda pele” que quebram o maior galho, caso faça frio. Para uma noite especial, aquele indefectível e versátil pretinho básico que combina com tudo. Se for levar algum chapéu, aninhe-o entre as roupas, sustentando a aba por baixo com rolinhos de roupas de malha e encha a copa com as meias e calcinhas para que não deforme. Os de palha sempre estão na moda e são bem charmosos. E se durante a viagem acontecer alguma situação inesperada, como uma queda muito forte de temperatura ou chuva torrencial, aproveite, onde estiver, para comprar um belo casaco, uma linda capa de chuva, ou mesmo uma simples sombrinha.

Racionalidade
A racionalidade na escolha das roupas é importante, pois, na sua pequena mala, você terá que levar, também, todos os cosméticos, produtos de maquiagem, pasta de dentes, perfume, shampoo, condicionador, além de algum medicamento que você costuma tomar. As normas de segurança nos aeroportos não permitem que tais produtos sejam levados na bagagem de mão. Portanto, evite as embalagens muito grandes ou coloque os seus conteúdos em pequenos frascos. Esqueça o secador ou a chapinha: se o cabelo for comprido, mantenha-o preso; caso contrário, faça um corte moderno e deixe-o ao natural. Dessa forma, sobrará espaço na mala para um ferro de passar roupas portátil, o que resulta em uma boa economia com camareiras.
Na volta para casa, quando geralmente estamos mais carregadas com as compras, uma boa alternativa é pedir no aeroporto que embalem a mala e a mochila juntas, acoplando-as com o plástico protetor e despachar pelo bagageiro do avião. Você irá, literalmente, tirar um peso de suas costas.
É minha intenção publicar algumas sugestões de bagagens, de acordo com o local a ser visitado e a duração da viagem.

E:mail gnogueirabh@yahoo.com.br

2 comentários:

  1. Adorei todas as dicas...parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ai, já estavam na minha lista o secador a prancha! Mudança de planos!! kkkk Ótimo, Giselle!! Bjs

    ResponderExcluir